Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

No preto e branco

Bonjour mon cher...

Dou início a conversa de hoje com a frase do saudoso Le Corbusier que dá todo o sentido do assunto a ser tratado nesta mesa de café... "A arquitetura é o jogo sábio, correto e magnífico dos volumes reunidos sob a luz." 

E no meio da selva dos arranhas-céus da Cidade de São Paulo, a admiração toma conta sob o olhar do jogo sábio da luz e da sombra entre arquitetura, natureza, superfícies, volumes e humanidade. Mas minha maior conotação está nas falhas (não necessariamente no sentido literal da mesma), mas nas brechas onde a arquitetura permite que a luz brinque mais graciosamente. Comecei a perceber isso forte na minha maneira de pensar, quando comecei a estudar e engessei na faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Acredito que as coisas foram feitas para serem vistas sob a luz, nossos olhos foram feitos para ver as formas sob a luz, o jogo de luz e sombras, as superfícies, os volumes... 



Foto que andando pelas ruas de São Paulo em um dia qualquer, notei por v…

Arte de fazer utilidade

Bonjour...


Mon cher, olhando para o guarda roupa e cansada de ver um determinado sapato sem uso, eis que resolvo dar um up nele e coltar a utilidade para tal...

Peguei a caixinha de pedrarias, guipirs esquecidos, fitas de cetim jogada, então juntei o pouco com alguns rabiscos no papel e montei um novo sapato.



Já dizia Vicent Van Vogh "Grandes coisas não se fazem por impulso, mas pela junção de uma série de pequenas coisas." Então me inspirei nas pequenas coisas.


Gostei do resultado e de brincar de mudança... Renovar é sempre bom, desde que nosso coração esteja aberto as coisas novas também. Aproveitando a última semana de férias para colocar a imaginação a prova.

“A moda sai de moda, o estilo jamais.” – Coco Chanel
... crie o que te faz bem, faça o que te faça sorrir e libere as cores que há dentro de você, porque se o destino é meu, defino eu.

CAFÉ ROSA|  JULIANA RODRIGUES|

Sentimentos e emoções resultam em sensações...

Bonjour mon cher...



Navegando pelo Facebook eis que encontro outra inspiração, novamente um vídeo, mas desta vez musical e com um toque artístico. O que a música pode nos trazer, como na postagem anterior tratei sobre música clássica, eis que compartilho a visão de um artista/desenhista sob o som "LACRIME DI GIULETTA" de Matteo Negrin. A harmonia entre a arte visual e musical é perfeita.



Como sou mega curiosa fui mais a fundo e pesquisei a respeito... Essa mistura é mais do que uma prova de que grandes ideias precisam sair do papel, ou nesse caso, fazer parte dele. Tudo começou quando o músicoMatteo Negrin teve a ideia de ilustrar uma composição sua. A combinação impecável e majestosa entre artes visuais e música, foi realizada por um grupo de designers italianos, em parceria com o compositor Matteo. A artista Alice Ninni ficou responsável pelas ilustrações e o resultado foi esse, a criação deste incrível trabalho de cunho político nomeado Lacrime di Giuletta. 





O anexo do lind…

Mais uma dose... é claro que eu estou a fim ♫

Olá...

Um tempo sem escrever, por conta dos horários corridos do fechamento do bimestre da faculdade, do início das minhas férias e das preparações para o curso do VI TLC de Monte Alto, mas eis que estamos de volta...

Falando e se tratando de um assunto que particularmente me aguça todos os sentidos, degustaremos de um imenso e maravilhoso mundo de timbres. Sou amante da música e ela faz parte do meu cotidiano, se estou projetando é com a música, se estou pensando ou fazendo qualquer outra coisa tem que ter música. Então por dedução o assunto posto em mesa de hoje é M Ú S I C A.



Mas como é um assunto muito extenso, fragmentarei a sua história em estágios, intercaladas por outros assuntos também com seus sabores.A música é considerada a arte mais antiga e a mais primitiva de todas.Desenvolveu-se a partir dos principais ritmos e vibrações do mundo. É por isso que se costuma ouvir que “a música na terra é tão antiga como o homem”. Numa tentativa de te facilitar o estudo da música, vou re…